domingo, 13 de abril de 2008

Quando Eu Estiver Cantando

Se um dia me perguntarem se eu admiro alguém de verdade, não posso de maneira alguma deixar de citar três pessoas. São elas, Renato Russo, Cazuza e Caio Fernando Abreu.

Muito parecidos, mas também distonantes entre si, há neles características indispensáveis e cada vez mais raras no ser humano... a sensibilidade, a garra, a sabedoria e a intensidade em entregar-se a aquilo que vive.

Talvez, em uma frase escrita por um deles, Caio F., possamos compreender melhor aquilo que os une, aquilo que os aproxima, seja na arte ou na vida.

"Continuo a pensar que quando tudo parece sem saída, sempre se pode cantar. Por essa razão escrevo”.

E pra vocês, esse vídeo do Renato Russo cantando Cazuza. Lindo!

Um comentário:

S. S. Bardot disse...

Muito interessantes suas postagens.
Realmente eles foras geniais!
Tenha um bom lançamento do livro e um blog super comentado.
Abraços,
Sofie Simons Bardot (pseudonome).