segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Mais uma vez, ausência

Noite passada tive um sonho ruim. Talvez seja pelo medo que tem me tomado nos últimos dias, mas sonhei ter perdido minha mãe. Acordei assustado, tentando entender se havia sido sonho ou se era real. Chorei de soluçar. Lembrei que meses antes havia tido o mesmo sonho e a mesma reação. Nesta primeira vez, telefonei no meio da madrugada para uma pessoinha que dividia a vida comigo naquela época, pedindo colo. O agravante foi que dessa vez, eu não tinha mais para quem ligar. Então o medo causado pelo sonho, se misturou ao medo causado por aquilo que resta de um amor de águas passadas. Como dizia Cazuza: “Tive um sonho ruim e acordei chorando, por isso eu te liguei. Será que você ainda pensa em mim? Será que você ainda pensa?”

10/11/2009

2 comentários:

Ur!3L disse...

Maravilhoso esse texto, tocante. Muito bem escrito. Parabéns querido!!

Tônio disse...

lindo texto. nunca liguei pra ninguém assim no meio da noite. snif.